expoart
colunistas >> 
Literatura & Cinema >> 
Teatro baiano >> 
  Henrique Wagner
Artes Plásticas >> 
Obs: A Expoart apenas publica artigos enviados por seus usuários e colunistas.
O conteúdo dos artigos e as opiniões emitidas pelos seus autores são de sua exclusiva responsabilidade.
Artigos >> 
[Listar todos os Artigos] [Comentar e Ler Comentários]

CAIXA CULTURAL SALVADOR APRESENTA A MOSTRA "A ARTE DE ALMANDRADE"

A exposição reúne objetos, pinturas, desenhos, instalações e poemas visuais do artista baiano.

A CAIXA Cultural Salvador inaugura no dia 05 de novembro, em abertura só para convidados, a exposição A Arte de Almandrade, uma síntese da produção do artista em mais de três décadas. O pintor, poeta e arquiteto Almandrade é considerado o pioneiro da arte contemporânea na Bahia. Os trabalhos têm o objetivo de estimular o pensamento e provocar reflexão sobre a realidade. A mostra fica aberta à visitação no período de 6 de novembro a 20 de dezembro, de terça a domingo, no horário das 9 às 18 horas, com acesso gratuito a todos os públicos.

A exposição é constituída de 30 obras em diversos suportes: madeira, ferro e acrílico. Os trabalhos foram elaborados dentro de princípios e critérios que vêm direcionando a produção do artista, por mais de três décadas. O importante é mostrar o percurso do artista, num trabalho que hoje é chamada de "Arte Contemporânea". A coerência e o rigor do artista em lidar com diferentes suportes, incluindo a palavra Poesia, fazem de Almandrade um pensador que utiliza diferentes suportes para produzir reflexões.

A proposta artística de Almandrade convida o espectador a pensar sobre a própria natureza da arte, por meio de suas pinturas, objetos, desenho, projetos de instalações e de sua poesia visual. Depois de passar pelo concretismo e arte conceitual nos anos 70, seu trabalho prossegue na busca de uma linguagem singular, limpa, com um vocabulário gráfico sintético. Aparentemente frias, suas construções estéticas impressionam pela originalidade e pela leveza de suas concepções, marcadas pelo exercício de um saber ao lidar com formas, cores, a matéria e o conceito, que provocam emoções variadas conforme o ponto de vista do observador. A economia de elementos e dados não ocorre por acaso. Configura a opção estética coerente com a tendência à síntese, ao traço essencial, ao quase vestígio. Um nada, cuja gênese reside na totalidade absoluta.

ALMANDRADE

Almandrade (Antônio Luiz M. Andrade), artista plástico, arquiteto, mestre em desenho urbano e poeta. Participou de várias mostras coletivas, entre elas: XII, XIII e XVI Bienal de São Paulo; "Em Busca da Essência" - mostra especial da XIX Bienal de São Paulo; IV Salão Nacional; Universo do Futebol (MAM/Rio); Feira Nacional (S.Paulo); II Salão Paulista, I Exposição Internacional de Escultura Efêmeras (Fortaleza); I Salão Baiano; II Salão Nacional; Menção honrosa no I Salão Estudantil em 1972. Integrou coletivas de poemas visuais, multimeios e projetos de instalações no Brasil e exterior. Um dos criadores do Grupo de Estudos de Linguagem da Bahia que editou a revista "Semiótica" em 1974. Realizou cerca de trinta exposições individuais em Salvador, Recife, Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo entre 1975 e 2009; escreveu em vários jornais e revistas especializados sobre arte, arquitetura e urbanismo. Prêmios nos concursos de projetos para obras de artes plásticas do Museu de Arte Moderna da Bahia, 1981/82. Prêmio Fundarte no XXXIX Salão de Artes Plásticas de Pernambuco em 1986. Editou os livretos de poesias e/ou trabalhos visuais: "O Sacrifício do Sentido", "Obscuridades do Riso", "Poemas", "Suor Noturno" e Arquitetura de Algodão". Prêmio Copene de cultura e arte, 1997. Tem trabalhos em vários acervos particulares e públicos, como: Museu de Arte Moderna da Bahia, Museu da Cidade, em Salvador e Pinacoteca Municipal de São Paulo.

Serviço

Exposição: A Arte de Almandrade
Endereço: Caixa Cultural Salvador, Rua Carlos Gomes, 57, Centro – Salvador/BA
Visitação: de 06 de novembro a 20 de dezembro (terça-feira a domingo), das 9 às 18 horas.
Quanto: acesso gratuito.
Produção e Realização: Expoart.com.br – Leonardo Bokor
Patrocínio: CAIXA CULTURAL SALVADOR - BA
Site:www.caixa.gov.br/caixacultural
Site do artista: www.expoart.com.br/almandrade


Para comentar, você deve utilizar sua conta do Facebook, Hotmail, Yahoo ou AOL.

14/12/2009 13:48:10 - um poema p/ Almandrade e sua Exposição
Esculturas, instalações de metáforas palavras trasfiguram-se em poesia são imagens translúcidas que penetram no tempo multiplicando toda lucides demonstrativa visual na arte arte visual transpassando toda liberdade singular liberdade das imagens nessa realidade Almandrade. (Jorge Roberto)
Postado por: Jorge Roberto
14/12/2009 18:15:15 - um poema p/ Almandrade e sua Exposição
Esculturas, instalações de metáforas/ palavras trasfiguram-se em poesia/ são imagens translúcidas/ que penetram no tempo/ multiplicando toda lucides/ demonstrativa/ visual na arte/ arte visual/ transpassando toda liberdade/ singular liberdade das imagens/ nessa realidade/ Almandrade. (Jorge Roberto Punk)
Postado por: Jorge Roberto
24/04/2010 08:19:14 - desatualizado
Quero abradecer terem posto a haomenagem a Rufo, apesar de ter sentido falta de uma homenagem oficial do site. Aliás, esse site anda muito desatuaizado: Fui ver uma exposição de almandrade que se encerrou dia 20 de dezembro. Não é um pouco demais? Ab, c.
Postado por: Christiana Faustoc
©2001 Expoart Serviços Ltda. Todos os direitos reservados.